top of page
  • 89c760a1-fa01-48d0-84b4-9a80c085404c

Será mesmo “o fim” dos cookies de terceiros?


Os cookies de terceiros do Google permitem que anunciantes mostrem publicidades específicas, eles rastreiam sua atividade online para combiná-la com conteúdo relevante, porque se baseiam em seu histórico de navegação individual. As campanhas direcionadas são imensamente valiosas para o Google e para os anunciantes.


Esses cookies podem ser usados para identificar pessoas e coletar grandes quantidades de seus dados, com as regulamentações de privacidade dos dados pessoais, muitos navegadores como Safari e Firefox já bloqueiam esses cookies. Isso tem afetado negativamente a capacidade dos sites de se sustentarem com publicidade.


O Google está trabalhando para eliminar os cookies de terceiros no início de 2022, uma das novas soluções é a utilização do FLoC (Federated Learning of Cohorts) que, conforme informado no Privacy Sandbox, analisa seu comportamento de navegação para incluí-lo em um grupo de pessoas com interesses semelhantes (e não compartilha seu histórico de navegação com ninguém). Esse grupo é grande o suficiente - numerando em milhares - que os indivíduos não podem ser identificados.


Os testes com o FLoC já se iniciaram nos EUA, Austrália, Brasil, Canadá, Índia, Indonésia, Japão, México, Nova Zelândia e Filipinas. Com o tempo, o Google planeja escalar globalmente. Porém não está sendo realizado nenhum teste na Europa por preocupações com o GDPR e outras regulamentações de privacidade (em parte, porque não está claro se os IDs FLoC devem ser considerados dados pessoais de acordo com essas regulamentações).


Como era de se esperar, além da indústria de publicidade, muitos reguladores de privacidade estão bem atentos e investigando o novo sistema. A questão é que o engenheiro do Google, Michael Kleber, reconheceu que o FLoC pode não ser compatível com a lei de privacidade europeia. O histórico de abuso do Google referente à coleta de informações pessoais levou muitos a não confiarem nele - e isso inclui concorrentes, reguladores e consumidores.


Para saber se o seu navegador faz parte da execução de teste do Google, o site https://amifloced.org/ permite que os usuários do Chrome verifiquem de forma rápida e fácil se o FLoC está ativo em seus navegadores.


Comentarios


bottom of page